sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Amuletos e Talismãs



Talismãs e amuletos são diferentes. Apesar de terem a mesma função, proteger quem os usa, os amuletos são objetos já prontos encontrados na natureza, enquanto os talismãs são peças feitas pela mão do homem.
O uso de amuletos e talismãs é universal em quase todas as culturas e religiões, sendo apresentado e utilizado de diferentes formas. Os amuletos podem ser animais, minerais ou vegetais.

A força existente em um talismã envolve principalmente as energias inconscientes que projetamos nele. Ele pode ser de ouro, prata, bronze, madeira, pedra. O Talismã funciona como sendo um ponto focal dessas energias. Para muitos de nós, nossos desejos precisam de um objeto concreto para que se manifestem. Se você acredita que um talismã irá ajudá-lo, ele realmente poderá ajudar você a alcançar seus objetivos. Entretanto, e por este mesmo motivo, você deve, acima de tudo, acreditar em sua capacidade de agir sobre o mundo que o cerca.

Jamais faça um talismã com o intuito de fazer mal a alguém, pois você atrairá essa vibração ruim para si. Não esqueça também de um detalhe muito importante. Toda vez que tiver o seu desejo realizado, agradeça, dessa maneira, um universo de boas energias irá conspirar por você.

Ao adquirir o seu talismã é necessário, em primeiro lugar, purificá-lo. Passe-o por água corrente fria, e depois coloque-o a secar ao sol. Você mesma deve tomar também um banho, deixando a água escorrer-lhe calmamente da cabeça aos pés, por forma a que você também se purifique. Coloque um pano estendido, limpo, em cima de uma mesa, com uma vela branca e incenso ao lado, um recipiente de água limpa, e peça permissão e proteção às forças espirituais. Pronuncie em voz alta o seu pedido, já com o talismã em cima do pano, e concentre-se ao máximo no talismã. Ofereça-lhe a ele todas as suas forças e pensamentos!

O que anteriormente descrevemos é o primeiro passo para que você comunique os seus desejos ao talismã. A partir desta altura, poderá andar com ele, ou não, pois as forças e as energias atuarão a seu favor.

Os talismãs e amuletos continuam ainda a ser utilizados pelas sociedades modernas para impedir que o mal chegue ou para atrair o bem de quem os usa. Verdade ou não, convém tê-lo sempre junto a si.

A origem da palavra talismã é árabe, e significa «coisa mágica». Existentes há muitos séculos, os talismãs chegaram a ser amaldiçoados pela Igreja Católica, uma vez que eram encarados como algo proveniente do demônio. Elaborados para serem usados no bolso, ou numa mala, na gaveta, ou em cima da sua mesa de trabalho, o talismã terá que absorver a energia de quem o está a usar para que o desejo da pessoa seja mais facilmente realizável, ou então para que o mal não a consiga atingir de forma alguma.



Abelha – Este talismã tem o poder de estimular, em quem o usa em forma de pingente ou broche, capacidade de trabalho, eloqüência e obediência. Para que o filho se torne bom aluno deve-se pendurar em seu pescoço um pingente.



Águia – Este talismã pode ser feito em qualquer material da natureza, aumenta a coragem física e protege a visão.


Âncora – Talismã que traz estabilidade. 



Ankh - Antigo talismã símbolo egípcio que nos lembra uma cruz encimado por um laço.O Ankh simboliza a vida, o conhecimento cósmico, o intercurso sexual e o renascimento. O Ankh também é conhecido por vários bruxos como "Cruz Ansata". Hoje em dia o Ankh é usado por vários bruxos contemporâneos para encantamentos e rituais que envolvem saúde, fertilidade e divinação.



Aranha – Talismã que deve ser fabricado a partir de metais e pedras, nenhum invejoso pode prejudicar quem a usa, ainda aumenta a fé e a esperança em momentos difíceis.



Arruda - Planta de cheiro desagradável, mas com ótimas propriedades medicinais, a arruda é usada para afastar maus espíritos, mau-olhado e até doenças graves. Segundo a crença popular, seus ramos atraem as vibrações negativas, deixando o ambiente limpo e seus habitantes livres do mal. Na Idade Média, ramos de arruda eram usados para a população se proteger das bruxas, caçadas pela Igreja Católica. Hoje, é usada em ambientes internos e externos ou, em forma de infusão, nos banhos.






Alho -  A Cabeça de Alho é o símbolo da fecundidade e da família, devido ao número de dentes segundo a crença ele espanta maus espíritos, vampiros e protege contra más influências. Deixe sempre alguns dentes em local visível.





A Aliança - Símbolo da união, sem começo nem fim. É muito usada para magias que visam proteger o casamento e os relacionamentos amorosos.


Borboleta – Talismã que traz harmonia conjugal. Bom relacionamento doméstico.


Bíblia - é o símbolo máximo da proteção Divina e do encontro do homem com Deus, mantenha-a sempre aberta em seu lar e leia-a diariamente. Atrai a proteção para toda a família.




Buda - a imagem de Buda é símbolo de amor, paz e felicidade. Entre as várias imagens de Buda, existe uma que é conhecida como Buda da riqueza, aquele que está sempre sorrindo. Este Buda deve ser colocado num pires com moedas ou arroz. Irá atrair sorte, fortuna e alegria.




Cachorro – Talismã que tem o poder de atrair a fidelidade e a sinceridade.


Carranca - A escultura, feita principalmente de madeira, apresenta características de um ser fantástico, com detalhes muito fortes, devido a forma como é retratada, com grandes dentes pontiagudos e olhar de uma criatura muito feroz, sua utilização se faz como proteção contra espíritos maus, pois segundo muitas pessoas que utilizam a Carranca, ao se deparar com uma criatura tão monstruosa e aparentemente feroz, o espírito mau se assusta e foge, é bastante evidenciada nas proas dos barcos na Região do Rio São Francisco, e em frentes das residências, estabelecimentos comerciais e etc.



Cegonha – Excelente talismã para quem deseja ter filhos, podendo ser feita em qualquer metal.



Cervo – Este é o talismã é para quem precisa se proteger contra cobras, além disso, aumenta a força viril.




Comigo - ninguém - pode - Esta planta é perigosíssima, principalmente para crianças e animais. Se estiver ao seu alcance e for mastigada, suas folhas podem causar irritação das mucosas, faringe e laringe, dores, febre e enjôo. Esse poder do comigo-ninguém-pode, no entanto, pode ser usado como proteção às pessoas. Acredita-se que, se um vaso da planta for colocado na frente de casas e estabelecimentos comerciais, pode protegê-los ao absorver energias negativas das pessoas mal-intencionadas que neles adentrarem.
 



Chave – Talismã que favorece todas as situações que envolvam mudanças.



Círculo - Altamente potente que não possui princípio ou fim. É usado por bruxos e Neopagãos como símbolo sagrado de ioni, da energia mágica, da proteção, do infinito, da perfeição e da renovação constante.



Cisne – Este talismã pode ser colocado como objeto de decoração em casa ou usado como pingente, muito bom para o amor, o sossego, também aumenta a fertilidade.



Coração – Este, era para os antigos egípcios um dos talismãs mais importantes, e servia para proteger a alma. Protege o mundo afetivo da pessoa, favorece a felicidade, o lado espiritual, assim como auxilia nas conquistas amorosas e nos relacionamentos.



Coruja – Decorar a casa com um talismã de coruja, que pode ser de metal ou cerâmica, desmancha o mau-olhado colocado por outras pessoas.



Cristais e pedras – Amuletos com grande fonte de energia, são muitos utilizados para meditar, orar, curar, energizar ambientes, plantas, animais e pessoas.



Crucifixo (Cruz) – Pode ser considerado um talismã ou amuleto dos mais utilizados, não só no Brasil mas em todo o mundo, se trata da representação em um objeto do local onde Jesus Cristo foi pregado para morrer, este amuleto representa o sofrimento de Jesus Cristo, para salvar toda a humanidade. As pessoas utilizam mesmo sem tê-lo como um amuleto, pois é um símbolo universal de Jesus Cristo, e sua utilização se dá principalmente como forma de proteção contra o mal.





Chamsa, ou Hamsa, ou Mão De Fátima - Símbolo de proteção da fé mulçumana, esse talismã é uma homenagem a Fátima, filha do profeta Maomé. Representa os cinco pilares da fé mulçumana: Fé, Oração, Jejum, Caridade, Peregrinação. No entanto, este amuleto não está relacionado com nenhum dogma islâmico, uma vez que o islã rejeita qualquer tipo de prática supersticiosa.




Dragão – Talismã usado como jóia evita perdas de dinheiro. Na decoração da casa funciona como guardião protegendo-a.


DJED - Conhecido como o pilar de Osíris, de onde Ísis teria retirado a caixa com o corpo de Osíris que tinha caído em uma armadilha feita por Seth. Esse amuleto significa “estabilidade”. Aparece muitas vezes em sarcófagos e tinha o intuito de dar estabilidade ao morto. O pilar Djed tornou-se um símbolo de Osíris que tinha entre alguns atributos a fertilidade e a regeneração. Ele era um amuleto popular também na vida dos egípcios.


 

Elefante – Talismã que colocado em casa com o traseiro para a porta de entrada traz boa sorte. Como joia em pedra, marfim ou madeira fortalece o caráter e a memória.



Escaravelho – Talismã que pendurado ao pescoço e na altura do coração faz com que o amor seja para a vida toda.



Espantalho - É um tipo de amuleto muito particular da Zona Rural, foi introduzido no Brasil primeiramente pelos Portugueses, e mais tarde por outros imigrantes europeus, utilizado para proteção de lavouras, atualmente sua utilização se faz por todo o País, confeccionado de diversos materiais, como em madeira vestida com roupas e chapéu e principalmente de roupas de pessoas, enchidas com palhas e outros materiais, colocado um chapéu de palha, ele é levantado e preso a uma vara que serve como suporte, onde é colocado no meio da lavoura, sua função é espantar aves, roedores e outros animais



Escapulário ou Bentinho - Talismã que consiste numa tira com pequeno quadrado com dois lados que podem ser de pano bento, com oração escrita, ou imagem de Jesus, Nossa Senhora, ou Santos da Igreja Católica, em que as pessoas utilizam e que se trazem pendentes para diante e para trás do pescoço para dar sorte e terem proteção contra o mal.


Estrela de Davi - É um antigo e poderoso símbolo mágico. Este símbolo consiste em um hexagrama de dois triângulos entrelaçados (um voltado para cima e outro para baixo). O selo de Salomão simboliza a alma humana, sendo utilizados por bruxos e magos cerimoniais para encantamentos, conjuração de espíritos, sabedoria, purificação e reforço dos poderes psíquicos.



Espelho – Na entrada da casa, evita que a visita traga sua energia para dentro do lar, fazendo com que volte para ela seu negativismo.
 
 

Ferradura – Talismã da boa sorte. Dinheiro. Prosperidade.



Figa - Amuleto de felicidade, atraindo a sorte e afastando o mau-olhado e desgraças para quem o possuir. Só será valiosa, se for encontrada casualmente, na rua, não tendo forças propiciatórias, quando comprada ou furtada. Pregam no alto das portas, pelo lado de dentro, em cima dos balcões ou na soleira. No balcão chama dinheiro e evita o fiado. É também muito utilizado para proteger em tudo o que tenha a ver com o jogo.


Fitinhas de Santos - Fitinha têm uma particularidade entre os outros tipos de amuletos, pois ela é utilizada também como forma de corrente religiosa entre um pedido feito a determinado Santo, e a sua proteção e ajuda na realização do pedido. Segundo a cultura popular, a Fitinha, que pode ser de diversas cores, é amarrada ao pulso três vezes fazendo-se o pedido e deixando a Fitinha presa até partir sozinha sendo assim, um sinal que o pedido será realizado. Atualmente ela também é utilizada em diversos locais para atrair proteção, locais como em automóveis, residências, bolsas, bolso, e etc.



Filtro dos sonhos – Filtra os pesadelos



 

Flor de Lótus  - É associada à pureza e ao renascimento. Uma das flores mais belas que nasce em meio à lama, inspirando um caminho de purificação e de transcendência em relação a tudo que é considerado impuro no mundo.

Segundo o Budismo, Buda é simbolizado em estátuas sobre uma flor de lótus justamente com essa idéia citada acima sobre a transcendência do mundo comum (a lama, o lodo), a iluminação perante a confusão mental (dualidade da mente).


 


Gato – Se há um gato em sua casa ou em pingente, ele elimina os maus fluidos enviados por pessoas negativas.



Imã - O Imã é utilizado como amuleto especificamente financeiro, ou seja a ele é atribuído poderes para cada vez mais conseguir dinheiro, as pessoas costumam colocar um imã em um local e nele colocar moedas, pois os imãs atraem as moedas que representam o dinheiro, atraindo assim cada vez mais dinheiro.


Lagartixa – Se existem lagartixas em sua casa é sinal de boa sorte. Como pingente ajuda a ter orientação para que não se perca na vida.



Lua Crescente – Talismã que traz sorte no amor. 


Mandala – Em sânscrito seu significado é círculo. São desenhos utilizados a princípio para estimular a meditação e concentração. O centro da mandala representa a divindade, a consciência superior. Ao redor do centro estão diversas formas que representam a personalidade humana. Pode-se dizer que é uma linguagem universal da alma. Acredita-se que a observação prolongada da Mandala estimule a alma na busca de novos horizontes. O uso de uma Mandala transmite a quem a observa uma energia, uma vibração, um estado de espírito. Dessa forma você estará sinalizando para outras pessoas como sua alma se sente, o que ela almeja. Isso pode propiciar o encontro de duas almas que tenham o mesmo objetivo.



Medalhas e Medalhões - São talismãs que na sua grande maioria com forma arredondada, e que trazem a imagem de Jesus Cristo, Nossa Senhora ou Santos da Igreja Católica, a forma de utilização na grande maioria dos casos é amarada no pescoço, também é utilizado em algum local como dentro de bolsas, carteira de cédulas, e etc. Muito utilizado para dar proteção contra o mal.
 


Nó De Ísis (TET) - O nó de Ísis é muito parecido com o símbolo ankh. O amuleto está ligado diretamente com o sangue de Ísis e por isso geralmente tem a cor avermelhada. Ele simbolizava a proteção da deusa e de seu filho Hórus. O amuleto permitia que o morto viajasse no submundo com segurança. Chamado pelos egípcios de Tet, o nó de Ísis era colocado amarrado no pescoço do morto. Ele foi muitas vezes representado junto com o pilar de Osíris (Djed) em diversos amuletos.


Número Sete – É um número muito importante no universo Esotérico. Coincidência ou não são sete as cores do arco-íris, os pecados capitais, os dias da semana, os céus no Budismo, os braços do candelabro judaico, as linhas dos orixás na Umbanda, as dores de Nossa Senhora no Cristianismo. É um número de poder que deve ser usado por pessoas que necessitem elevar sua auto-estima, aumenta a confiança e segurança.


Olho de Cabra – Semente que exibe duas cores, o vermelho alaranjado e o negro, essa mistura torna-a chamativa. Esse poder a ela conferido pode ser usado como amuleto como forma de "absorção" do mau-olhado, da inveja, de cargas negativas.


Olho de Hórus – Talismã que virado para a esquerda ou para a direita, o Udjat é uma forma de proteção e boa saúde. Por causa de sua associação com Rá (o alto Deus do Egito) o Olho de Hórus era considerado um potente amuleto que trazia força, vigor e sensatez ao portador. 



Olho Grego – Talismã que deve ser sempre na cor azul que filtra energias baixas, e em vidro por ser um material que apresenta rachaduras após absorver o máximo possível de energias negativas, isso faz com que seja eliminado e leve consigo tudo o que "capturou". Muito usado para proteção do lar, colocado atrás da porta de entrada. Pode ser usado também para proteção pessoal principalmente contra mau-olhado e inveja.



OM - o som criador primordial, o som sagrado dos hindus, considerado o som da potência divina. Este som pode ser decomposto em três sonoridades: A-U-M, representando a tradição védica da trindade (consciência, onipresença e onipotência). OM é uma ajuda a evolução espiritual. Também simboliza os três gêneros (masculino, feminino e neutro), as três dimensões (comprimento, largura e profundidade) e os três estados de atenção (vigília, sono e sonho). O mantra "OM", escrito em sânscrito, pode ser colocado na porta de entrada, para proteger os Ambientes. Inscrito com pó de urucum, flores, folhas ou grãos de arroz, deve estar situado no local que mostra os produtos e a venda deles, como gôndolas, estantes e balcões, para auxiliar na venda.



Ouroboros –Talismã que traz equilíbrio, força e determinação.


Patuás – são amuletos com modelos de trouxinhas feitas com tecido e ervas para proteção, muito utilizado por religiões espíritas.



Pé de Coelho – Amuleto trazido ao Brasil pelos norte-americanos. Entre os povos do Sudão o coelho é tido como animal que representa a astúcia, esperteza. A pata é responsável pelo equilíbrio, firmeza, movimento. Seu uso propicia agilidade, esperteza, solução rápida para problemas complexos. Também é atribuído o poder de atrair muita riqueza e sorte em tudo relacionado ao dinheiro.



Pentagrama – Talismã onde o círculo em volta do pentagrama é o símbolo universal da totalidade. O pentagrama representa os cinco elementos: ar, fogo, água, terra e espírito. Ereto (como na figura), representa o espírito acima da matéria e é um símbolo da grande Deusa. Invertido, representa a matéria acima do espírito, a busca de ganhos temporais e ao deus do materialismo. O pentagrama é usado em volta do pescoço para proteção contra vibrações negativas.



Pena – Símbolo do elemento ar, limpa as energias intrusas afasta enfermidade e os espíritos maus.

  

Pimenta - A Pimenta pode não ser tão popular como um amuleto, mas há quem acredite que ela afasta o azar e a inveja. Tal poder provavelmente se deve ao seu sabor forte e ardido. Se uma pessoa te deseja mal, a pimenta afastaria suas más intenções com a mesma voracidade com que ataca seu paladar. A planta teria o papel de absorver essa energia negativa.

 

Pomba – Talismã que simboliza a paz, a delicadeza, a moderação. Esse pássaro já foi muito utilizado em diversas representações, nas mais variadas culturas. Foram pássaros sagrados de Afrodite (deusa do Amor), foi empregado no envio de mensagens por sua característica em reencontrar o local do ninho; no Cristianismo sua presença marca o fim do dilúvio além de representar o Espírito Santo; foi considerado pássaro da alma na Índia, e na China símbolo da fidelidade conjugal. Temos aí diversas faces desse animal/símbolo para ser usada da forma que melhor atender às necessidades de cada um.



Porco – Talismã usado em forma de pingente evita que se venha a ter problemas materiais.



Saco de Ouro – Forte amuleto para atrair dinheiro. O metal ouro já é um forte aliado visto que sua coloração amarela e brilhante chama atenção e atrai diversas riquezas.



Sapo – Sua fácil reprodução possibilitou associá-lo à fertilidade, à multiplicação. Em diversas culturas associa-se também o sapo à mulher, à proteção do lar. Deve usar este talismã quando houver a necessidade de aumentar, multiplicar algo, seja dinheiro, fertilidade, opções etc. 


Sal Grosso – Remete á purificação, renovação. Acredita-se que o sal grosso tenha o poder de absorver a negatividade, neutralizando a inveja e o mau olhado.


 

Serpente de Bronze - um símbolo esotérico com propriedades espirituais sobrenaturais, ou seja, um talismã, atrai as forças celestiais do espírito de Deus, que naquele símbolo depositou ao seu poder protetor. A quem a fé não falte simplesmente olhar para a serpente tem um efeito protetor e milagrosamente curativo.


Sol – é um dos simbolos universais de prosperidade, sorte e proteção. Em muitas culturas, o sol simbolizava a vida, as divindades e o ouro. Ter um sol sempre à vista, representa ter luz no ambiente.


 

Tartaruga – Talismã que quando usado na decoração da casa evita todo tipo de mau. Se você estiver com problemas toque-a três vezes com o dedo maior da mão esquerda. Também traz longevidade para quem a carrega como pingente.


Trevo de 4 folhas – Amuleto que traz boa sorte, felicidade e fortuna. Costumam colocá-lo dentro de bolsas ou carteiras junto a cédulas de dinheiro, para atrair mais.


Unicórnio - Favorecendo as relações sentimentais, o unicórnio é um outro talismã, este de pureza, que protege e trás segurança na sua vida, em especial no amor.


Vênus de Willendorf – Talismã que representa a fecundidade e a fertilidade. Ela se baseia nas primitivas imagens da Grande Mãe que, desde a Idade da Pedra, representam o poder mágico da alma feminina. Ela, a senhora da fertilidade da terra e do espírito. Deve ser colocada perto da cama (para a fertilidade do casal), na mesa do escritório (para a fecundação de novos projetos) ou na sala (para a fertilidade das relações familiares).



Limpeza

  • Fazer a limpeza do talismã em água corrente;
  • Coloque o talismã no centro da mão esquerda;
  • Sinta o peso do talismã na sua palma;
  • Feche os olhos e respire profundamente várias vezes (até relaxar);
  • Limpe a sua mente de todos os pensamentos;
  • Imagine uma luz violeta descendo do céu e entrando pela coroa da sua cabeça;
  • Sinta esta energia percorrendo o seu corpo até a sua mão direita;
  • Com a mão direita aberta sobre o talismã (5 a 10 cm) faça movimentos anti-horários;
  • Imagine o talismã sendo purificado de todas as impressões energéticas anteriores;
  • Converse, fale em voz alta com o talismã: “Você, nome do talismã, está limpo de toda contaminação”;
  • Faça isto, no mínimo três vezes, até você sentir que o talismã está purificado e consagrado com as suas energias;
  • Para encerrar, imagine que a luz violeta se transforma em azul e sai, mais intensa do que antes, da sua mão direita enquanto você diz “estabilize, estabilize, estabilize...”


Você pode também invocar o seu anjo guardião ou a divindade representada no talismã com uma prece apropriada (a melhor é sempre aquela que nos é mais familiar...) para imantar o objeto com a sua presença. Se achar necessário, pode repetir o ritual. Cada vez o seu talismã ficará mais energizado.

Talismã para neutralizar feitiços

Melhor Dia: segunda-feira ou terça-feira;
Melhor Lua: minguante ou Lua nova (3 dias ou mais após sua entrada).

Material Necessário:
  • 1 saquinho preto;
  • 1 turmalina negra;
  • 1 quartzo branco;
  • 1 obsidiana;
  • 1 pedra da lua;
  • 1 hematita;
  • 1 pedra olho de gato;
  • 1 granada;
  • Mandrágora ou ginseng;
  • Artemísia seca;
  • Alfazema;
  • Alecrim;
  • Louro;
  • Verbena;
  • Erva doce;
  • 1 pentagrama pequeno de metal;
  • Fita e linha preta.

Procedimento: energize todas as pedras deixando-as 24 hs na água com sal, 24 hs em baixo da terra e 10 minutos no sol. Após energizá-las, coloque-as no saquinho pedindo aos Deuses que todos os malefícios e energias negativas sejam afastados do seu caminho. E então, colocando pedra, por pedra no saquinho diga para cada uma:


  • TURMALINA NEGRA para neutralização das energias negativas;
  • QUARTZO BRANCO para estabilidade;
  • OBSIDIANA para absorção das energias maléficas;
  • PEDRA DA LUA para poder e magia;
  • HEMATITA para combater as influências contrárias;
  • OLHO DE GATO para proteção;
  • GRANADA, para superação das dificuldades.

Coloque então as ervas no saquinho, pedindo para que elas possam trabalhar energicamente a seu favor, lhe protegendo. Dê 7 nós na fita preta pedindo proteção coloque-a no saquinho e feche-o. Com a linha preta costure o pentagrama de metal do lado de fora, de forma que fique bem visível.

Consagre magicamente este talismã.

Fontes:
Fogo Prateado
Bruxa Guinevere
Antigo Egito
amuletos-e-seus-significados
itfriendscosmic
doisneuronios
blogdamadame


Nenhum comentário:

Postar um comentário